Porquê?

<        

Sendo o centro urbano a imagem de uma economia local saudável e prometedora, a manutenção e desenvolvimento da auto-estima, associada à coesão das comunidades, gere uma rede de oportunidades ligadas ao desenvolvimento sustentável. A identidade das cidades depende das suas vivências, das actividades implementadas e funções desempenhadas, sobretudo ao nível da Rua. A ocupação destas artérias e a preservação arquitectónica têm um impacto imediato no reconhecimento de uma comunidade activa, rejuvenescida e responsável.  Sendo os pisos térreos parte da extensão da urbanidade da rua, ao desenvolver a sua actividade nestes espaços contribuirá para a requalificação, dinamização e ocupação do espaço.